Sunday, June 18, 2006

i still remember...

Ainda me lembro da última vez que cá estiveram (os três). No dia depois dos meus anos. No mês em que também tu fizeste anos. Virem elas. Só elas. Faz-me impressão. Talvez por ser a primeira vez. Penso na foto. Tiro-a dali? Não tiro? Ao convite seguiram-se lágrimas. Não as quero. Mas sei que hoje elas vão cair. Tudo é ainda muito pesado para mim. Talvez por ser a primeira vez. Só elas. Dou por nós a comprar coisas a pensar nela, nelas. Convites que não eram feitos dantes. Especial atenção agora.

Aperto no peito.

E empurro-as para dentro. Sinto-as quase a rebentar. A querer sair. Mas empurro-as. Engulo em seco. E respiro fundo. Mesmo com os olhos turvos, empurro-as. O aperto não vai passar assim. Mas espero. Agora não. No final da noite. Sozinha. Em silêncio. Permito-me essa fraqueza. Como ela disse uma vez, sou mais fraca do que aquilo que aparento, mas mais forte do que aquilo que penso.

Aperto no peito.

Respiro fundo, e penso que vai tudo correr bem. Penso na foto.

Na foto, na foto...

4 comments:

sancie said...

Yeah, I do agree with what she said, weaker than u show, certainly stronger than u know.

Leave the photo, it's right where it should be:)

special kiss********************

Tati said...

olha gaja não fiques triste!
It's all going to be aaaalright!
a foto mete-a onde possa ser uma recordação boa e não um motivo de sofrimento...
beijokas *****

joana said...

I'm all for keeping (the photo). And what they said.

Nós conseguimos suportar muito mais do que aquilo que pensamos, e com o tempo e com o habito a carga vai-se tornando mais leve.

Isto lembra-me de uma musica do jesus christ superstar:

Try not to get worried
Try not to turn on to
Problems that upset you
oh Don't you know
Everything's alright
[...]
Close your eyes
Close your eyes
And relax
Think of nothing tonight

******************************************

xary said...

vai ser sempre um grande aperto mas talvez o tempo torne mais fácil a aceitação e não propriamente o apagar da dor que ficou.
vidas mudam e mesmo assim aceitar as mudanças torna-se mais dificil do que se pensa. mas não para sempre :)

também acho que devias manter a foto. mesmo que te faça chorar muito por uns tempos. mais vale mantê-la por perto.

e também com concordo com a afirmação sobre a força, very wise ;)

beijo grande*