Friday, June 30, 2006

Antes.

Pena. Queria falar contigo. Sentir essa liberdade. Pisar a barreira que nos tem separado. Contar-te das minhas andanças, pensamentos, sonhos, desejos e medos. Como fazíamos antes. Queria ouvir os teus sentimentos, pensamentos, receios. Como fazíamos antes. Sentir o à vontade de outros tempos (não tão passados) para te dizer que sei de coisas que não sabes que sei. E contar-te as minhas. Aquelas que poucos sabem mas muitos suspeitam. Como fazíamos antes. Ouvir as tuas opiniões. Não ligar ao que dizes, discutir contigo, porque discordamos e acabar a rir com a situação. Saber a quantas andas. Fazer ainda um bocadinho parte da tua vida. Na minha ainda há um lugar para ti. Nunca deixou de haver. Fazes-me falta, às vezes. Como fazias antes. Certas conversas, situações. Penso no que dirias. Vontade de partilhar contigo. Mostrar-te um bocadinho da minha felicidade e contar-te como às vezes sou capaz de voar. Admitir como tinhas razão. Como sempre disseste que eu sentia. Como não te ouvi, mas como estavas certo. E dizer-te que eu sempre suspeitei que isso te acabaria por acontecer. Como mesmo naquela altura, ambos lidámos com isso e o que será pensas disso agora. E como será que estás. Mesmo quando dizes que tudo está bem. Espero sempre um bocadinho mais. Espero o dia em que fales mesmo. Que me contes de ti. Como fazíamos antes.



3 comments:

joana said...

sim... as pessoas do "passado"... agora nas férias parece que a saudade bate ainda mais forte, e a quantidade de tempo livre (aparentemente...) aumenta essa vontade de recuperar as nossas raizes sociais...

aproveita, mas vê lá se não eskeces de quem está aqui (quase) todos os dias) ;P

*****************************************

xary said...

antes. mas agora é diferente. e provavelmente não voltará a ser como era. mas pode ser que se salve um restício. um sinal, um olhar de antigamente. um fio que conduza ao resto, a um lugar - outro, claro - vosso. outra vez. um poucochinho como dantes.

beijo grande*

Tati said...

também queria q isso acntecesse mas pronto...tu sabs o q eu tentei e o q eu me enervei certo? desisti.

cm eu sei q gstavas de falar c ele e cntar as cenas tds e ouvir os comentarios mirabolants dele lol.
e cm gstava eu d te ouvir a contar certas conversas engraçadas davam gozo d ouvir, era dfrent, era uma amizade daquelas q sabs q é dficil d encntrar, bem tu percebes.

sim vcs eram o tom e o jerry
«morre! morre tu!» acho q eu mais do que ninguem assisti a tdu isso cm uma criança a olhar para os pais q em breve nem amigs ficaram dps da separação.(gosto cm o teu menino d agr te trata mas queria q vcs tivessem ficado amigs ne?so amigs mas amigs!)

agr tenh uma mae, um padrasto, um tio que tb é padrasto, um pai,etc.

eu gstava mesmo q vcs ficassem amigs tant q faz falta tipo qdo a brincar ele dizia «a marina é chata ne?» ou assim...essas coisas.
sim pk mais k ninguém (alem d vcs os 2 claro) eu assisti aquela amizade tao forte tao forte q s alastrava por tds...
eu fui eu...a vossa filhota.
AND I miss that...is not the same thing anymore.

I was daddy and mummy's little girl remember?

Também espero por esse dia(ate la posso smp lhe dar d vx em qdo nas orelhas)