Monday, April 10, 2006

Right Here

[right here. staind]


Porque toca. Palavras, palavras. Palavras. Ditas por ti. Ditas por mim. É mesmo? Não disseste porque causa daquilo, pois não? Palavras. E ainda fico especada a olhar para elas. E senti-las. A sentir como elas me fazem feliz. Sinto como elas chegam ao meu cérebro e transbordam em mim. Palavras. Simples. Com (a tua) simplicidade. Palavras. Poucas palavras que fazem tanto.

Palavras tuas. Palavras minhas. Às vezes aquelas palavras ecoam na minha cabeça, e é justamente nessas alturas que escolho não as dizer. Porque aí tenho medo que elas sejam verdadeiras, e não se quero que elas sejam verdadeiras. Às vezes é mesmo aquelas palavras que me parecem mais naturais. E é aí quando não as digo. Não. Escolho-as para quando sabemos que estou a brincar. Escolho-as para uma altura em que não haja possibilidade de elas serem verdadeiras. Quando elas me passam pela cabeça, sinto-as como sendo verdadeiras. Mas não corro o risco. Nem quero pensar nessas palavras quando isso acontece. Não. Não arrisco mesmo.

Palavras. Palavras. E pensa-se nelas. Às vezes. Muitas vezes só penso nelas depois de as ter soltado. Palavras. Palavras. O poder que elas têm. Matam-me. As tuas palavras. Porque tu (ainda) me matas. E tudo que vem de ti tem aquele sentir diferente. É muito mais que palavras possam explicar. Palavras. Palavras. Não valem de nada quando são só isso. As minhas não são. E as tuas?


[right here. staind]


but you always find a way to keep me right here waiting
you always find the words to say to keep me right here waiting
if you chose to walk away i'd still be right here waiting
searching for the things to say to keep you right here waiting




i found what i need in you



2 comments:

sancie said...

well, quoting your nick, the world is a merry-go-round. What knows what the next turn will bring? ;)

luv u, sis********************

xary said...

música linda by the way. mas palavras são apenas palavras. sozinhas são apenas isso. e nós é que lhes damos a cor e o cheiro, todos os sentidos e emoções. nós. as palavras não valem nada mas nós valemos muito mais do que isso. sem dúvida. independentemente de as dizermos ou não.

conseguem ser enjoativas de vez em quando. blagh.

beijo grande*