Wednesday, March 29, 2006

You've Got Mail

You've Got Mail foi uma péssima escolha. Escusado será dizer que adorei o filme. Chorei de uma maneira... Pensei e senti tanta coisa ao mesmo tempo. De certa maneira, tudo me pareceu irónico. A internet. As conversas. O frente-a-frente diferente. A facilidade das conversas. Os sentimentos. Não chorei só pelo filme. Chorei por mim. Porque o filme teve um final feliz. E porque é esse o objectivo das comédias românticas. Mas foi mais do que isso. Foram aqueles paralelismos todos associados aos meus pensamentos durante todo o dia. Foi aquele sentimento de "yeah, I know exactly how you feel", e lembrar que isso pode ser tão bom. Foi chegar àquela parte e pensar que nós também não, mas eu não reagiria assim.

And I miss you. I miss you so much. Damn the film. Damn, damn...

Acho que vou para a cama. O cobertor já está pronto para ir comigo.



Blanket night...


29.Mar.2006
+/- 1 /2 horas
(fiquei sem net)



3 comments:

joana said...

lol...pois, acho que agora já nos percebes quando falavamos do filme...

acho que quase todas sentimos no mesmo (todas com a pancada da livraria e de uma paixão assim... forte, e sobretudo...leve, "fácil" de conseguir)

welcome to the club ;P

************************

sancie said...

E depois olham p mim de lado quando eu digo que o Tom Hanks é deprimente ;P

********************

xary said...

haha estás presa ao you've got mail e já não há mais nada a fazer quanto a isso :P

pois é, sinto o mesmo de todas as vezes que o vejo. choro nas mesmas partes mesmo quando antecedo o choro e penso que "desta vez não". mas desta vez sim. de todas as vezes sim. e o reflexo que nós garantimos à história com as nossas histórias pessoais. algumas amarguras. outras cenas que fazem cócegas. e apertos. o maldito final feliz.

(a parte que me custa mais no filme inteiro é quando ela tem de fechar a livraria. dasse é como se me tivessem dado uma facada - ou várias -, minha nossa.)

don't cry, shopgirl.

beijo grande*