Sunday, March 26, 2006

à mesa

tenho medo de morrer. tenho muito mais medo de não viver. a morte bate à porta de todos. a vida não. tenho medo de ser consumida por uma doença que me faça pensar na minha vida. tenho medo de pensar na minha vida e não gostar do que vivi. tenho medo de me arrepender. tenho medo de não viver.



apenas pensamentos, à mesa, com visitas em casa



5 comments:

sancie said...

everyone's fear i suppose. deep down inside. but there's no way around it. one must just live. one day at the time. and believe we're here because, not just randomly. we'll do what we set ourselves up to do before it all begun. and whatever's left, we'll come back and do it. until we're all like these great enlightned, perfect beings. and then we'll keep coming back, just for the fun of it :D

peace out*************

(having a strangely scary spiritual moment)

Tati said...

olha k pensamentos, devias estar muito divertida sim sra!

eli said...

vive e nunca t arrependas de nada, se aconteceu foi porque teve que ser.
bjinhos

joana said...

nesses momentos é simples: faço uma lista do que já fiz, e outra do que quero fazer - assim consigo ver as coisas duma perspectiva superior.

claro, também penso no ross (no episodio em que ele decide experimentar uma coisa nova todos os dias, porque parece boa ideia, certo? - LEATHER PANTS!!!!)

lov u ***************

xary said...

medo de morte da morte (irónico). cada vez mais me apercebo disso. antes parecia tão longe - talvez ingenuidade minha. agora está aqui. palpa-se, respira-se, sente-se, arranha e dói.
tenho medo de morrer nova. quero que os meus sonhos de alguma maneira se concretizem. e se se não concretizar que eu ainda esteja cá para o saber e dentro de mim sofrer por isso. porque tanto da vida é isso mesmo.
tenho medo do último pensamento, de ter a consciência final de que nunca mais irei ver as pessoas que tanto me dizem e dão. medo dessa saudade-despedida.
oh well. live it to the fullest, right? :)

os pensamentos que nos passam, nas alturas mais (in)convenientes...

beijo grande* :)