Thursday, September 07, 2006

"Isso foi...one hundred years ago..."

partiste-me o coração. tive vontade de chorar. de fazer sair as lágrimas que pesavam na tua voz e no teu olhar, mas não saiam. e eu custava a respirar. e tu falavas, falavas... e eu sufocava e apeteceu-me chamar-lhe nomes. dizer que ela não tem o direito de te fazer sofrer. que tu não mereces sofrer dessa maneira. apeteceu-me dizer para a deixares. apeteceu-me dizer tanta coisa. mas sobretudo apeteceu-me chorar. por ti. apeteceu-me abraçar-te. chorar contigo. as lágrimas que nenhum de nós chorou. o ar ficou pesado. e tu falavas. quando eu pensava que não havia nada pior. tu falavas. e custou-me olhar para ti. ver os teus olhos. o teu encolher de ombros. tu ali deitado na minha cama. e eu na cadeira. a observar-te. a deixar-te falar. a pesares-me no peito.

e falámos do passado. como sempre o fazemos. e falámos dele. como sempre o fazemos. e dela. como sempre o fazemos. e rimos com vídeos. convites para jantar da minha mãe. despedidas. e gosto sempre de falar contigo. mas... hoje pesaste-me...

hoje o tempo custou a passar.


mesmo assim, não deixaste de ficar feliz por mim. e fico eu feliz pela tua opinião. pelo teu tom de brincadeira preocupado com ele. e fiquei com pena. terias adorado o concerto.

adoro-te :)


4 comments:

Miguel said...

Um texto com muito sentimento o da menina, tem jeito sim senhor! :P

joana said...

sim, ha dias que pesam e custam. e ha pessoas que doi imenso ver sofrer. apetece armarmo-nos em master puppetter e remendar a vida delas com as nossas mãos, tirar-lhes o peso das dúvidas, das incertezas, das responsabilidades, das decisões dificeis. mas nao é assim. e por isso a unica coisa que podemos fazer é ouvir essa pessoa e aconselhá-la o melhor k sabemos. e deixar que o dia se arraste ate ao fim...

***********************************+

xary said...

o passado que magoa. que faz chorar. pelas mudanças que ocorreram ou tudo aquilo que é igual ao que sempre foi e não muda nem por nada. embora hajam coisas boas a flutuarem em todos os tempos. as empatias. as amizades reflectidas nas preocupações. nos corações partidos como se fossem o do outro. como se o nosso fosse o do amigo à nossa frente, de alma exposta.

beijo grande*

sancie said...

there's nothing worse than the bitches in our friends' lives. (not nice evil bitches, but slutty-makes-one's-life-a-living-hell bitches.

.......

you should find her and beat the crap out of her.

that's my two cents :D

**********************