Saturday, May 06, 2006

Uma estupidez qualquer, talvez...

[high and dry. radiohead]


Caneca de chá. Sim, parece os posts da Manata =P

Mas mesmo assim, caneca de chá. Tu no pensamento. Sabes, desconfio de ti. Muito mesmo. Desconfio de mim. Desconfio de nós. É demasiado bom. Como nós dissémos, too good to be true. As palavras que dissémos (dizemos), as coisas que fizémos (fazemos)... não bate certo. Não bate certo, porque bate demasiado certo.

[pyramid song. radiohead]

Porque quando as duas mãos se encaixam, elas são só isso. Deixam de fazer todas as coisas que podem fazer e são apenas mãos que se unem. Nada mais. Só sabem estar juntas. Tal comos os dedos, que quando se entrelaçam só sabem brincar uns com os outros, no treino iniciado numa praia. Naquela noite.

[everything in its right place. radiohead]

E quando me abraças. Quando me olhas. Não, quando páras mesmo para me olhar. Quando me páras para me olhares bem. E me interrogas, nem sempre com palavras. Mas com olhares, gestos, expressões tuas que já vou sabendo de cor. E quando penso em ti.

[broken wings. alter bridge]

Quando ainda sinto teu cheiro, o teu toque. Quando durmo com o meu cobertor porque tenho frio e penso que contigo não teria. Quando ainda te sinto. Quando penso se não sinto uma estupidez qualquer... Quando me apetece estar constantemente a saltar da janela e ter-te ali à minha espera. Para irmos para onde quer que seja, para não irmos para lado nenhum. Quando me apetece chorar quando me lembro do que me disseste (dizes). Quando sorriu quando te aproximas e não acho assim muita piada quando te vais.

[in loving memory. alter bridge]

É aí, nessas alturas. É, também, quando adormeço a pensar em ti, é quando pequenos pormenores me lembram de ti. É aí. Nesses momentos que acho que é uma estupidez qualquer.



Talvez, talvez...



2 comments:

joana said...

inda tenho de ler esse livro cujo titulo volta e meia.. cá ta ele! ;P

tu, tu...tu e esse sorriso... por vezes apetece bater-te (com jeitinho, "eu sou meiguinha...") para ver se acordas, porque parece dificil de acreditar k isso é um estado permanente!, mas parece k é mesmo assim... que seja por muito, muito tempo... e k seja como os bocejos! (tu percebes!)

****************************************

xary said...

dificil de acreditar que seja um estado permanente mas uma pessoa tem de aprender a habituar-se. que há quem saiba aproveitar as oportunidades que lhe são dadas. no matter what. carpe diem to the fullest.

oh manata, dá-lhe uma dentadinha..o que é uma dentadinha entre amigos?

;)

estupidez? com todo o prazer :)

beijo grande*