Friday, April 20, 2007

no expectations

os olhos da alma são uns interesseiros. matreiros. só vêm o que querem. filtram a informação do mundo, os sinais, de maneira a nos agradar. enchem-nos, assim, de expectativas. desejos daquele futuro tão sonhado e desejado. porque nos agarramos às coisas boas, aos bons sinais, aos mais convenientes. os que nos interessam para a nossa projecção. onde está então o realismo? que me desampara noite após noite. como uma crente cuja única coisa que realmente tem é a sua fé. a prece não é ouvida por um Deus maior, porque a prece é dirigida a nós mesmos. mas deve haver uma razão para que só encaremos o realismo como algo negativo. aquela preparação para o pior faz sempre da resposta na ponta da língua "sou realista" que fica a pairar no ar e faz pensar. o mau é sempre garantido, o bom vem por acréscimo. e é a partir do momento em que há projecções (em que não se toma o mau como certo) que o caminho está perdido. os pés elevam-se ligeiramente do chão e por muito realismo que haja, nunca se encara as possibilidades negativas da mesma forma. essas deixam de caber nas palmas das nossas mãos, onde só há esperança e fé. e querer. querer é poder, já dizia alguém. e o realismo ai arruma-se no bolso e voltamos a fazer emergir as expectativas tão boas e brilhantes. mas e se? e se tal como o amor, também o querer não for suficiente? há alguma coisa que o seja?

3 comments:

xary said...

tem dias em que a fé cansa. abrimos as mãos e parece que sai a voar. tem dias em que acreditar não basta. mas nesses mesmos dias, preferimos tudo isso, mesmo a ilusão de que não esperamos, não queremos, que corremos para onde nos chamarem, quando chamarem - a nada.

não há realismo que tape o que esses olhos da alma encontram. procuram. esperam. não há realismo. entre aspas.


beijo grande * []

MalucaResponsavel said...

pq este txt tao triste p aqui? bj

tati said...

sabes a minha opinião. para mi fé não é apenas a fé de alguém e também não concordo sobre algumas coisas sobre o realismo.
concordo sim com o facto de quando esperamos o pior em relação a algo faz-nos sofrer menos ao recebermos uma ma noticia sobre esse algo e surpreende-nos mais e dá-nos mais um sorriso na cara quando recebems uma boa noticia sobre esse algo. mas isso tem a ver com as nossas expectativas. temos de ter os pés assentes na terra.
é esta a minha opiniao.

beijinhs
tati