Sunday, November 12, 2006

tenho estado à tua espera

sempre mais um bocadinho, que o muito que temos nunca nos chega. sempre no regresso, que vivo de me apaixonar constantemente. sempre nos primeiros dias, que são todos os dias. ou parece que o são. sempre a conquistar, que sabe sempre bem. sempre a sonhar alto. nas noites frias. sozinha. o frio que me arrefece sem chegar a mim. sem me afectar. que me passa ao lado. arrefece-me o corpo. que o resto tu não deixas. que nos separem o corpo. que o que sentimos não é separável. apesar de todos os -áveis que podemos juntar. não é separável. não é. não é. que temos cordas fortes. amarrados um no outro. quero-te todo, sem alguma vez te querer todo. quero ser tua, sem nunca deixar de ser minha. és o bem do que sempre esteve mal. tenho sempre saudades do que fomos, ao mesmo tempo que quero sempre o que alguma vez poderemos vir a ser. és o desejo. meu amor.

foste a correcção da tristeza. emendaste as lágrimas e a falta de sorrisos. foste o meu regresso feliz. a possibilidade de. a vontade de. quero que. saibas sempre que. ainda há tanto a querer. a aprender. a sonhar. há sempre tanto de novo no conhecido que não se conhece. nunca. o bem que sempre esteve mal. a compreensão daquilo que queria. daquilo que não queria. apagas as linhas tortas. ou dás-lhes curvas mais bonitas. fazes da tua magia. usas os teus truques. e eu caio em ti. que tu és isto e aquilo. e para mim és muito mais que o muito que alguém pode ser. és sempre mais. para além do esperado. tu que superas o inesperado. és sempre mais. que é sempre pouco o muito que temos. nunca chega. meu amor.


as horas que são e eu vestida. parece que me habituei a esperar por ti =)


7 comments:

eli said...

o ser humano nunca está contente com aquilo que tem, não é verdade? ;o)
******

joana said...

"foste a correcção da tristeza. emendaste as lágrimas e a falta de sorrisos." - pff! oh booh-hooh!! então e a gente?? olha k eu tenho fotos desse "vazio" e nao pareces nada triste! ;P (pff!, como se as minhas hastes e malukice fossem pa nada! please!...)

sim, eu percebo esse nada no fim do dia (tu sabes, ja leste isso tudo de mim). mas pensa assim - tu ao menos agora ja tens quem abraçar e mimar e etcs, mesmo k a noite custe por vezes a passar ;)

********************************************

xary said...

"que o muito que temos nunca nos chega". é um bocado cobarde este pegar nas tuas próprias palavras para te comentar. mas disseste-o tão bem, tantas vezes.

adorei, bee. fazer das linhas tortas curvas mais bonitas. é isso :)

oh adorei mesmo.

beijo grande * []

anokas said...

"quero ser tua, sem nunca deixar de ser minha"

U said it all.

sancie said...

It's beautiful, Bee. I haven't read something this gorgeous in yonks. ;)

Anokas beat me to pointing out that same sentence. :D

claudia said...

as tuas palavras transmitem um todo que é tudo :)

continua a sonhar, a viver ...a amar :P

eu não me canso de elogiar a tua escrita...é sem dúvida fantástica =)*

Catarina said...

Tá lindo Marina!
Gostei e concordo muito com a ideia de querer o que foram, não deixando de querer o que virão a ser...