Thursday, August 31, 2006

the last time

ridícula. ridícula. que falsa. os olhos pararam no último sítio. por onde passo quando vou ter contigo. para onde olho todos os dias. mas só hoje lá pararam. falsa. lembro-me de tudo, tantas vezes contado como sendo a última vez. lembro-me da prenda. prenda que não gostei. vou procurá-la. falsa. procuro por uma prenda que não gostei na altura e nem gosto agora só porque foi a última coisa que me deste na última vez que te vi. no dia dos meus anos.

quantas mais prendas tuas não estarão perdidas nesta casa?

o preto mantém-se. aqui e ali. mas vai-se disfarçando.

estou cansada do assunto que não morre. ironia. este não morre.

ironia.


e que necessidade tens tu de puxar um assunto que não te pertence? para encheres a boca a dizeres que gostavas dele? porque não é tua a dor. falas e falas. e não percebes os olhos que fazes baixar. às vezes metes-me nojo.


a prenda (um cachecol vermelho) descansa no meu colo. falsa.





5 comments:

TATI said...

já dizia o outro: aqui há gato.
E dos grandes, acrescento eu!

sancie said...

I say, just let bygones be bygones!

Some things are not worth one's trouble!

;)keep your mind on the good stuff

*********************

xary said...

não és falsa. não é por desgostares da prenda que tudo o resto perde sentido e carinho. durante quase todos os dias passamos por sítios que nos tentam prender a todo o custo. e num dia ou noutro isso acontece. temos de deixar para depois seguir em frente. um pedaço teu permanecerá enegrecido mas lembra-te que tens outros pedaços - grandes, tão grandes - cheios de luz.

beijo grande*

<3

joana said...

se a ultima vez que a viste (vou deduzir que seja uma ela) foi nos teus anos, se realmente é uma relação que so será mantida com encontros planeados (meaning u don't have to see her on a daily basis), então nao ligues! desliga se ves que nao vale a pena...

as pessoas mudam, e nem sempre isso é bom (de acordo com os nossos padrões)... eu sou apologista de que se depois de tentares ainda ves que não funciona, então deixa-te ficar com as memorias boa e esquece o resto!

********************************

joana said...

ok, ok, n é uma gaja...

então... aguenta-te à bronca! repito: guarda o bom, é sempre bom guardar o melhor das pessoas!... a paciencia é uma tanque pequenino, é preciso descarregar de vez em quando, por isso deixa passar... pranayama!

***************************