Saturday, July 22, 2006

Pipoca.


És fofo. Reguila. Queres tudo à tua maneira. Mas não te resisto quando te aninhas no meu colo porque estás assustado. O teu primeiro dentinho de leite a abanar. Explico-te e pergunto-te se tens medo. Acenas com a cabeça e chegas-te a mim. Pedes para ir contar à tua mãe, coisa que já fiz. És um amor. E pergunto se queres colinho de tia. Acenas com a cabeça e chegas-te a mim.

A festa é tua. A alegria também. Estás mesmo contente, com o teu sorriso lindo e os teus olhos grandes. E fazes exigências para aqui e para ali. Hoje damos-te desconto. Gritas ao abrir as prendas, e ris muito alto, com as tuas gargalhadas e exibes as tuas prendas aos teus convidados, todo orgulhoso.

Brincas de um lado para o outro. Bolas. Jogos. Brincadeiras. Hoje ninguém te pára. Ou pelo menos assim devia ser, mas o teu dente acalmou-te. Mas mesmo esse medo reflectido nos teus olhos não esconde a tua ansiedade de tudo o que a festa tem para ti. És um amor. O amor mais importante de tia.

Parabéns, Pipoca. E não, a tia não se atrasou, apenas quis esperar pela tua festa para ver bem essa tua alegria, esse teu sorriso lindo que tantas vezes me anima e me dá a força que preciso. Os teus abraçinhos apertados. Mesmo quando és mau, sabes que às vezes só te quero pertinho de mim. Gosto quando te chegas de mansinho ao meu quarto e te enfias na cama comigo. Gosto quando me dás aqueles abraços apertados e beijos sonoros. Gosto quando me contas as tuas coisas e os teus segredos. O teu sorriso ilumina o sítio onde estás, Piolho e ilumina-me também onde quer que eu esteja.

Amo-te...

=)



6 comments:

joana said...

Pipoca é nome de cão! tenho dito!... pah, com tantos pet names para dar à criança foste logo para esse!

sim, as crianças teem esse encanto sobre nós... o meu por muito que me faça a cabeça em àgua deslumbra-me sempre com os olhos fixos em mim e os bracinho esticado...

essa alegria, essa simplicidade de estar alegre (ou se está alegre ou triste, ponto!, nao ha meias alegrias)... dá vontade de morder, tentar reter essa alegria connosco, mesmo quando ja não temos idade para isso (mas tambem, se fossemos por aí... haveria mt coisa k n fariamos)

************************************************

sancie said...

Tia babada :)

Fala-lhe da fada dos dentes, que ele perde logo o medo :D Eu passava o tempo a abanar os meus, a ver se caiam mais depressa, para ter as prendas mais depressa :D (yeah, I know, greedy little bitch :D)

Parabéns aos dois :)

********************************

Martinha said...

E o amor não é mais do que isso que está expresso no teu post passion.

eles dão-nos vida quando a perdemos, dãonos esperança quando o mundo que começamos a conhecer é já demasiado complicado, dão-nos amor quando toda gente já se esqueceu do que ele realmente significa.

O medo deles é o nosso. E talvez tu consigas mesmo fazer com que esse medo se dissipe do olhar dele. Enquanto lhe dás colo. Enquanto lhe dás do que tu és.

As crianças continuam a ser o nosso maior motivo pra continuar a acreditar que a vida vale a pena. Por elas. Sempre.

bjinhos grandes passion, gostei mt do post. Cheio de um carinho muito grande e muito evidente :)

take care * * * * * * *

eli said...

olha uma tia completamente babada. mtos bonito, bela demonstração de amor.
***

Tati said...

oooooh!k krida! esse post é mm fofo! ooh eu acho pipoca amoroso!gosto mais de pipoca do que piolho! desde cedo que se notou o teu grd amor pelo teu sobrinho, os teus olhos reluzem qdo falas nele!falas com bue carinho. és uma tia babada daquelas que precisam dakeles babetes que dão a volta para não entornar papa!hehe!
de certeza q o teu sobrinho é mt sortudo de te ter a ti e tu de o teres a ele. eu bem sei as maravilhas que o sorriso ou um abraço ou um beijinho de um bebé ou criança faz!
beijinhos *********

xary said...

alcunhas têm de ser assim hehe

pipoca, piolho, ouriço ... tem de ser algo que os envergonhe no futuro ;) kidding

depois de todas as complicações e porcarias que outros amores trazem, esse é simples e é tudo e não se explica (precisa de ainda menos palavras do que os outros). tem o seu significado nesses abraços apertados, nas confidências, nas histórias e especialmente nas gargalhadas sonoras de olhos brilhantes. é tão bom.

depois crescem e é pena. ficam como nós :P muahaha kidding again

és uma tia babada e percebe-se porquê. ele mostra-se igualmente babado pela tia e também se percebe porquê. crianças gostam de amor, sabem reconhecê-lo e valorizá-lo. ainda bem para nós :)

beijo grande*